A resposta dos patrões das empresas particulares de TI à pauta de reivindicações só veio após a quarta mesa de negociações. Isso só aconteceu no último dia 16/8, -  apesar da pauta ter sido entregue desde o dia 4 de julho último -  e a posição do sindicato patronal (SEPROPE) foi muito aquém do que pede a categoria.

Abaixo, segue a resposta do SEPROPE à pauta, inclusive com a proposta econômica:

- PROPÔS reajuste de 2,3% para os salários, piso salarial, quinquênio, vale-refeição, plano de saúde, auxílio-creche, auxílio-funeral e auxílio- lente;  

- NEGOU direito a vale-refeição durante licença-maternidade ou acidente do trabalho;

- CONCORDOU com pagamento do vale-refeição integral, quando praticada 6 ou mais horas extras;

- NEGOU criação do Adicional de titulação no percentual mínimo de 7,5%;

- CONCORDOU com pagamento de PLR para empregados afastados por doença, acidente eo trabalho ou licença-maternidade. NEGOU para os demitidos;

- NEGOU aumento da indenização para de 1/4 da última remuneração no caso das demissões ocorridas nos dois (2) meses posteriores à assinatura da Convenção. CONCORDOU em pagar 1/4 do salário mínimo;

- NEGOU garantia de emprego por 60 dias, no retorno de auxílio-doença previdenciário;

- CONCORDOU com abono do ponto na segunda-feira de Carnaval, quando a empresa decidir fechar;

- Quanto à ampliação da Licença-maternidade para seis (6) meses, a empresa sugeriu cláusula de incentivo à adesão ao programa cidadao das empresas de lucro real;

- NEGOU informar ao SINDPD início e resultado da eleição da CIPA;

- NEGOU participação dos cipeiros em seminários e cursos do sindicato;

- IRÁ PROPOR alteração na atual cláusula do banco de horas.

LUTAS PRINCIPAIS

A resposta do SEPROPE foi exposta em Assembleia realizada nessa terça-feira (20/8), quando a categoria rejeitou a proposta e decidiu buscar avanços na contraproposta patronal. 
Durante a Assembleia, a categoria apontou as cláusulas prioritárias e decidiu dar prosseguimento às negociações sem abrir mão dos seguintes itens da pauta:

- Reajuste de 5,74% (estimativa inflação pelo ICV-Dieese);

- Vale-refeição no valor de R$ 27,00;

- Adicional de titulação;

- Pagamento do vale-refeição durante a licença-maternidade.

ASSEMBLEIA

Na próxima terça-feira, 27/8, estaremos realizando nova Assembleia a partir das 18h, no Bar do Mamulengo (Praça do Arsenal - Bairro do Recife)
Na Assembleia, iremos para avaliar o resultado da nova rodada de negociações entre a direção do SINDPD e o SEPROPE, que acontece nesta quinta-feira, 22/8. Participem!