O SINDPD-PE realizou nova Assembleia com os/as trabalhadores/as em empresas particulares de TI na noite dessa terça (8/9), mais uma vez com a participação expressiva da categoria. Na Assembleia, mesmo com as tentativas do Sindicato em avançar na proposta, o patronato reiterou sua contraproposta de um reajuste de salários e demais cláusulas econômicas da CCT em 10%, sendo 6,3% em setembro/21 e 3,7% em fevereiro/22 e fixação do vale-refeição em R$ 29,00, já a partir de setembro/2021.
O Sindicato apresentou dados do DIEESE e da FIPE/USP, que demonstram o momento desfavorável para a classe trabalhadora, onde a maioria das categorias não vem conquistando a reposição da inflação. Sua assessoria jurídica expôs ainda as dificuldades dos sindicatos que tem optado pelo dissídio coletivo, com resultados aquém do esperado. 
Feita essa análise, a maioria dos/as trabalhadores/as presentes à Assembleia aprovou a proposta, mesmo entendendo que não ser ideal, mas que houve avanços, isso, fruto da mobilização dos/as trabalhadores/as que desde o início da Campanha atenderam a convocação do SINDPD-PE, participando das Assembleias e mobilizações virtuais, que chegaram a mais de mil manifestantes. 

Força e resistência

Um aspecto muito ressaltado na Assembleia foi a importância de fortalecer o SINDPD-PE com contribuições financeiras e filiando-se! Um sindicato é a representação de sua base e sua atuação depende prioritariamente da contribuição de seus associados. Sem a participação efetiva e financeira da categoria, não há sindicato. Portanto, não há resistência e luta! 
Os desafios da classe trabalhadora são constantes e exigem recursos para isso. Portanto, sindicalize-se! Mas se quiser outra forma de contribuir, antecipe a taxa de fortalecimento sindical através do pix sindpdpe@sindpdpe.org.br. 
Organizar Campanhas Salariais e lutas específicas demanda custos e a única forma de contribuição de uma entidade é a sua base. Contamos com você!